Luís Manuel de Araújo

 

Objectos egípcios nas reservas do Museu Calouste Gulbenkian

 

 

É bem conhecida internacionalmente a bela colecção egípcia do Museu Calouste Gulbenkian, em Lisboa, que expõe quarenta objectos evocativos do antigo Egipto, desde o Império Antigo à Época Greco-Romana. No entanto são praticamente desconhecidas as catorze peças que se conservam na sala de reservas do Museu, algumas delas de origem duvidosa, entre as quais se encontram uma tijela de alabastro (muito restaurada), cinco painéis de marfim que faziam parte de um pequeno cofre, um leão de bronze em pose de marcha, um escaravelho de faiança, duas estatuetas funerárias (uchebtis) de faiança, duas estatuetas de bronze representando Osíris e Hórus e, duas estatuetas de calcário pintado, apresentadas como funcionários do Império Antigo, mas sobre os quais subsistem várias dúvidas acerca da sua autenticidade.